“AX XURA” (A CONSULTA)

Revelada em Makka; 53 versículos, com exceção dos
versículos 23 a 25 e 27, que foram revelados em Madina.
42ª SURATA
Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.
1 Ha, Mim.(1439)
2 Ain, Sin, Caf.(1440)
3 Assim te revela, como (o fez) àqueles que te
precederam, Deus, o Poderoso, o Prudentíssimo.
4 Seu é tudo quanto existe nos céus e na terra, porque é o
Ingente, o Altíssimo.
5 É possível que os céus se fendam para a Sua glória; e os
anjos celebram os louvores do seu Senhor e imploram
perdão para aqueles, que estão na terra.
6 Quanto àqueles que adotam guardiães, em vez de Deus,
saibam que ele é o seu Protetor e tu não és, de maneira
alguma, seu guardião
7 E assim te revelamos um Alcorão árabe para que
admoestes a Mãe das Metrópoles(1441)
e tudo ao seu redor,
admoesta-os, portanto, quanto ao dia indubitável do
comparecimento, em que uma parte (da humanidade)
estará no Paraíso e outra no tártaro.
8 Se Deus quisesse, tê-los-ia (os humanos) constituído em
uma só nação, porque acolhe em Sua misericórdia quem
Lhes apraz. Quando aos iníquos, não terão protetor, nem
socorredor.
9 Como! Adotem protetores, em vez d’Ele? Pois, saibam
que Deus é o Protetor e é Quem ressuscita os mortos,
porque é Onipotente.
10 E seja qual for a causa da vossa divergência, a decisão
só a Deus compete. Tal é Deus, meu Senhor! A Ele me
encomendo e a Ele retornarei contrito.
11 É o Originador dos céus e da terra, (foi) Quem vos criou
esposas, de vossas espécies(1442)
, assim como pares de
todos os animais. Por esse meio vos multiplica. Nada se
assemelha a Ele, e é o Oniouvinte, o Onividente.
12 Suas são as chaves dos céus e da terra; prodigaliza e
restringe a Sua graça a quem Lhe apraz, porque é
Onisciente.
13 Prescreveu-vos a mesma religião que havia instituído
para Noé(1443)
, a qual te revelamos, a qual havíamos
recomendado a Abraão, a Moisés e a Jesus, (dizendolhes):
Observai a religião e não discrepeis acerca
disso(1444)
; em verdade, os idólatras se ressentiram daquilo
a que os convocaste, Deus elege quem Lhe apraz e
encaminha para Si o contrito.
14 Mas não se dividiram senão por inveja, depois de lhes
ter chegada a ciência. E se não tivesse sido por uma
palavra proferida por teu Senhor, para tolerá-los até um
término prefixado, já os teria julgado. Em verdade, aqueles
que, depois deles, herdaram o Livro, estão em uma
inquietante dúvida, acerca do mesmo.
15 Por isso, convoca-os e persevera, tal como te tem sido
ordenado, e não te entregues à sua concupiscência, e
dize-lhes: Creio em todos os Livros que Deus revelou! E
tem-me sido ordenado julgar-vos eqüitativamente. Deus é
nosso Senhor e vosso(1445)
. Nós somos responsáveis por
nossas ações e vós pelas vossas! Que não haja
dissenções entre vós e nós. Deus nos congregará, e a Ele
será o retorno.
16 Quanto àqueles que argumentam acerca de Deus,
depois de Ele Ter sido aceito, seus argumentos serão
refutados ante o seu Senhor, Cuja abominação pesará
sobre eles, e sofrerão um severo castigo.
17 Deus foi Quem, em verdade, revelou o Livro e a
balança. E quem te fará compreender, se a hora estiver
próxima?
18 Os que não crêem nela querem apressá-la; por outra,
os fiéis são reverentes, por temor a ela, e sabem que é a
verdade. Não é, acaso, certo, que aqueles que disputam
sobre a Hora estão em um profundo erro?
19 Deus é Amabilíssimo para com os Seus servos. Agracia
quem Lhe apraz, porque é o Poderoso, o Fortíssimo.
20 Quem anelar a recompensa de outra vida tê-la-á
aumentada; em troca, a quem preferir a recompensa da
vida terrena, também lhe concederemos algo dela; porém,
não participara (da bem-aventurança) da outra vida.
21 Quê! Há, acaso, (seres) parceiros (de Deus) que lhes
tenham instituído algo a respeito da religião, sem a
autorização de Deus? Porém, se não houvesse sido pelo
decreto do juízo, já os teria julgado. Certamente, os iníquos
sofrerão um doloroso castigo.
22 Verás os iníquos, atemorizados pelo que tiverem
cometido, quando (o castigo) lhes estiver iminente. Por
outra, os fiéis, que praticarem o bem, morarão nos viçosos
prados; terão tudo quanto lhes aprouver junto ao seu
Senhor. Tal será a magnífica graça!
23 Isto é o que Deus anuncia ao Seus servos fiéis, que
praticam o bem. Dize-lhes: Não vos exijo recompensa
alguma por isto, senão o amor aos vossos parentes. E a
quem quer que seja que conseguir uma boa ação,
multiplicar-lhe-emos; sabei que Deus é Compensador,
Indulgentíssimo.
24 Ou dizem: Ele forjou uma mentira acerca de Deus!
Porém, se Deus quisesse, sigilaria o teu coração. Deus
anula a falsidade e confirma a verdade, mediante as Suas
palavras, porque é Conhecedor do que há nos corações.
25 E é Ele Que aceita o arrependimento dos Seus servos,
absolve-lhes as faltas, bem como está sempre ciente de
tudo quanto fazem.
26 E atende (às súplicas) dos fiéis, que praticam o bem, e
os aumenta de Sua graça; porém, os incrédulos sofrerão
um severo castigo.
27 E se Deus prodigalizasse a Sua graça a todos os Seus
servos, eles se excederiam na terra; porém, agracia
proporcionalmente, porque está bem inteirado, e é
Observador dos Seus servos.
28 Ele é Que lhes faz descer a chuva, após o desespero
(da seca), e dispensa a Sua misericórdia (a quem Lhe
apraz), porque é o Protetor, o Laudabilíssimo.
29 E entre os Seus sinais está o da criação dos céus e da
terra, e de todos os seres(1446)
que aí disseminou(1447)
, e
poderá congregá-los quando Lhe aprouver.
30 E todo o infortúnio que vos aflige é por causa do que
cometeram vossas mãos, muito embora ele perdoe muitas
coisas.
31 E não podereis frustrar (a Ele) na terra; e além de Deus,
não tereis outro protetor, nem socorredor.
32 E entre os Seus sinais está o dos navios que se elevam
como montanhas nos oceanos.
33 E quando Lhe apraz, acalma o vento, fazendo com que
permaneçam imóveis na superfície. Sabei que nisto há
sinais para todo o perseverante, agradecido.
34 Contudo, aniquila alguns, por tudo quanto tiverem
cometido, e perdoa muitos.
35 E saibam aqueles, que disputam acerca dos nossos
versículos, que não terão escapatória.
36 Tudo quanto vos foi concedido (até agora) é o efêmero
gozo da vida terrena; no entanto, o que está junto a Deus é
preferível e mais perdurável, para os fiéis que se
encomendam a seu Senhor.
37 São aqueles que as abstêm dos pecados graves e das
obscenidades e que, embora zangados, sabem perdoar,
38 Que atendem ao seu Senhor, observam a oração,
resolvem os seus assuntos em consulta(1448)
e fazem
caridade daquilo com que os agraciamos;
39 E que, quando são afligidos por um erro opressivo,
sabem defender-se.
40 E o delito será expiado com o talião; mas, quanto
àquele que indultar (possíveis ofensas dos inimigos) e se
emendar, saiba que a sua recompensa pertencerá a Deus,
porque Ele não estima os agressores.
41 Contudo, aqueles que se vingarem, quando houverem
sido vituperados, não serão incriminados.
42 Só serão incriminados aqueles que injustamente
vituperarem e oprimirem os humanos, na terra; esses
sofrerão um doloroso castigo.
43 Ao contrário, quem perseverar e perdoar, saberá que
isso é um fator determinante em todos os assuntos.
44 E aquele que Deus desviar não achará protetor, além
d’Ele. E então observarás que os iníquos, quando virem o
castigo, dirão: Haverá algum meio de retornarmos (ao
mundo terreno)?
45 E quando forem colocados perante o fogo, haverás de
vê-los humildes, devido à ignomínia, olhando furtivamente.
Mas os fiéis dirão: Em verdade, os desventurados serão
aqueles que se perderem, juntamente com os seus, no Dia
da Ressurreição. Não é, acaso, certo, que os iníquos
sofrerão um castigo eterno?
46 E não terão protetores que os socorram, a não ser
Deus. Mas a quem Deus desviar, não será encaminhado.
47 Atendei ao vosso Senhor, antes que chegue o dia
irremissível de Deus! Nesse dia não tereis escapatória,
nem podereis negar (os vossos pecados)!
48 Porém, se desdenharem, fica sabendo que não te
enviamos para seu guardião, uma vez que tão-somente te
incumbe a proclamação (da mensagem). Certamente, se
fizemos o homem provar a Nossa misericórdia, regozijarse-á
com ela; por outra, se o açoitar o infortúnio, por causa
do que suas mãos cometeram, eis que se tornará ingrato!
49 A Deus pertence o reino dos céus e da terra. Ele cria a
que Lhe apraz; concede filhas a quem quer e concede
varões a quem Lhe apraz.
50 Ainda propicia igualmente mulheres varões, e faz estéril
quem Lhe apraz, porque é Poderoso, Sapientíssimo.
51 É inconcebível que Deus fale diretamente ao homem, a
não ser por revelações, ou veladamente, ou por meio de
um mensageiro, mediante o qual revela, com o Seu
beneplácito, o que Lhe apraz; sabei que Ele é Prudente,
Altíssimo.
52 E também te inspiramos com um Espírito, por ordem
nossa(1449)
, antes do que não conhecias o que era o Livro,
nem a fé; porém, fizemos dele uma Luz, mediante a qual
guiamos quem Nos apraz dentre os Nossos servos. E tu
certamente te orientas para uma senda reta.
53 A senda de Deus, a Quem pertence tudo quanto existe
nos céus e na terra. Acaso, não retornarão a Deus todas
as coisas?